ACIGABC

Notícias

CAIXA CORRIGE DADOS SOBRE IMÓVEIS

15.08.2016

Diferente do que foi publicado na edição do dia (12) do O HOJE, a quantidade de imóveis tomados pela caixa não foi de 53%. O índice representa, na verdade, o aumento, em relação ao ano anterior, de casas e apartamentos que foram a leilão devido a inadimplência dos mutuários. Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que o índice registrado nos últimos cinco anos está dentro do previsto pela política de crédito da instituição.

O banco possui 4,35 milhões de contratos imobiliários ativos. O percentual de imóveis retomados pelo banco em 2015 (13.137) equivale a 0,3% do total em carteira. De acordo com a instituição, o ativo imobiliário da carteira imobiliária saltou 268% no intervalo de 2010 a 2015. Nesse período, o saldo de R$ 101 bilhões chegou a R$ 374 bilhões, com índice de inadimplência em torno de 2% e permanecendo líder nesse segmento, com participação no mercado de 66,9%.

“O crédito imobiliário continua sendo de baixo risco, com aproximadamente 90% das suas operações classificadas nos melhores níveis de risco (ratings de AA a C)”, diz o texto. Ainda segundo a nota, as medidas legais de retomada do bem, previstas em contrato, apenas são adotadas após o esgotamento da negociação entre o banco e o cliente.

A instituição ainda esclarece que atua no aperfeiçoamento de todo ciclo de crédito (desde a concessão, monitoramento e recuperação) com o objetivo de captar as oscilações do cenário macroeconômico, mitigar e manter os níveis de riscos aos quais está exposta, dentro dos limites definidos pela política da instituição. A evolução do número de imóveis retomados é reflexo dessa política.

últimas notícias

NEWSLETTER

Receba informações sobre os eventos e iniciativas da ACIGABC em seu e-mail. Cadastre-se abaixo.