ACIGABC

Notícias

COMO A REALIDADE VIRTUAL PODE REVOLUCIONAR O MERCADO IMOBILIÁRIO

02.05.2017












O mercado imobiliário é um segmento que, normalmente, se adapta aos avanços do tempo e adota tecnologias capazes de ajudar em seu desenvolvimento. Entretanto, parece haver uma ligeira descrença em relação à realidade virtual. Esse pode ser um grande erro para alguns e uma enorme vantagem para aqueles que se renderem ao recurso ao longo deste ano.

Vamos levar em consideração os dois maiores desafios de um profissional do mercado imobiliário. O primeiro é que eles têm que administrar o tempo gasto entre uma visita e outra, enfrentando o trânsito e vários outros fatores que estão fora do seu controle. O outro está diretamente relacionado à frase mais usada no mercado imobiliário: “Não é como as fotos mostram”.

A realidade virtual pode ajudar a resolver ambos os problemas. Ela oferece a possibilidade de, virtualmente, visitar uma quantidade maior de imóveis em muito menos tempo. Isso vai, consequentemente, aumentar a eficiência das vendas, assim como permitir a interação com muito mais potenciais compradores.

Veja a seguir 3 diferentes opções que podem ser exploradas graças à realidade virtual para aumentar as experiências no mercado imobiliário:

1. Visita virtual guiada


Visita virtual guiada


É como se fosse um vídeo promocional, exceto pelo fato de ser produzido e filmado em 360°. Esse método é ótimo para propriedades já construídas. Para as que ainda estão em construção, a realidade virtual seria uma ferramenta revolucionária, pois poderia mostrar projetos inacabados de uma maneira totalmente inédita. Um exemplo é a produção de uma visita virtual a uma torre em Montreal. Como o objetivo era dar um toque de storytelling, foram misturados diferentes recursos de mídia com experiência virtual, como fotos 360°, vídeos e tecnologia 3D. As fotos serviram para definir o tom, com renderizações em 3D de alta qualidade em partes ainda inacabadas, como a cozinha e o quarto, para simular como ficaria a casa se estivesse pronta, mobiliada e decorada. A filmagem 360° foi usada para causar uma reação emocional, reforçada pela narração.

2. Visitas virtuais interativas


Visitas virtuais interativas


Para elevar as visitas virtuais a outro nível, a experiência pode ser interativa de acordo com o movimento determinado pelo usuário. Será uma experiência única na vida do cliente. Muitas pessoas já ouviram falar, mas realmente tentar a realidade virtual terá um efeito impressionante. Essa experiência precisa ser estabelecida em um aplicativo móvel. Por ser interativa, é muito mais parecida com um jogo do que de um vídeo.

A experiência interativa é criada com pontos que aparecem no campo de visão quando o usuário coloca sua atenção de uma direção para outra. Ao manter o olhar em um ponto fixo, ele é transportado para onde o ponto está localizado, permitindo um passeio virtual pela propriedade no seu próprio ritmo.

3. Comércio virtual


Comércio virtual


Pense na interatividade da visita virtual descrita acima e adicione a possibilidade de fazer mudanças na customização da casa, como nos site de comércio eletrônico. O mercado imobiliário deveria ser o primeiro a se interessar pela chance de adotar o recurso: as visitas virtuais interativas precisam, por causa de suas exigências tecnológicas, ser colocadas em aplicativos.

O uso da realidade virtual não precisa ser sinônimo de computadores pesados e materiais complicados, como sensores de movimento. A tecnologia não pode ofuscar o ponto mais importante desse esforço: a perspectiva da experiência do comprador.

A tecnologia tem passado por altos e baixos no último ano e acredita-se que o futuro da realidade virtual passa pelos dispositivos móveis, por meio de aplicativos. A boa notícia é que as imobiliárias que já os possuem podem facilmente incorporar uma seção de realidade virtual por meio de uma Interface de Programação de Aplicativos (API).

A realidade virtual é uma tecnologia nova e muito estimulante, capaz de permitir que o mercado imobiliário conte uma história inédita, sem exigir grandes investimentos, já que pode ser facilmente integrada às plataformas já existentes. Tudo isso terá impacto na eficiência do processo de vendas sem exigir a contratação de novos funcionários.

últimas notícias

NEWSLETTER

Receba informações sobre os eventos e iniciativas da ACIGABC em seu e-mail. Cadastre-se abaixo.